Especialidades

Então e indo para França, tenho acesso à especialidade que quero? 

 

ESPECIALIDADES

Under construction.

 
 

Consigo a especialidade que quero?

Tal como em Portugal, há uma seriação que é feita consoante a nota do exame. A média do curso não conta para nada. Simply put, quanto melhor a nota melhor a probabilidade de escolher a especialidade que se quer e a região que se quer. 

O ranking no ECN é depois utilizado ao longo do internato na escolha dos diversos estágios - (i.e. foste n° 234 no ECN, escolhes sempre antes do n° 7659 do mesmo ano).

 

Em que lugar do ranking tenho de ficar?

Depende do que queres. 

Todos os anos ha 9000 alunos a fazerem o exame. Numa visão muito geral da coisa:

  • especialidades nas grandes cidades e no Sul esgotam primeiro

  • especialidades médico cirúrgicas e as médicas mais badaladas esgotam globalmente antes de se chegar aos 4000

Toda a informação sobre o ranking do ultimo colocado por especialidade nos últimos anos e números clausus de especialidade podem ser encontradas no remede

 

 

Tenho de falar francês?

Tricky question. Ninguém te pede o certificado de língua francesa, mas não confundas a beira da estrada com a estrada da Beira.

Vir para França sem falar francês e praticar Medicina é sinal de insanidade e meio caminho andado para que as coisas não corram bem. Não precisas de ser um Marcel Proust e discursar apaixonadamente sobre física quântica, mas há mínimos.

Um nível intermédio é desejável (DELF B). Depois, estando cá, isso desenvolve-se em 2 meses. Promised!


Onde é que vou parar em França?

Depende da especialidade escolhida e do ranking.

Se quiseres MGF em Paris podes ficar nos 7000. Se quiseres Cardiologia em Lille, é melhor que fiques nos primeiros 1000. 

Vê tudo aqui. E não te esqueças que tens os territórios fora de França que também contam. 

 

E se não gostar?

Yeah, tens saudades da cena tuga, e isto é muito trabalho, e béu béu pardais ao ninho. Trust me, I get it.

Vamos ser pragmáticos:

  1.  desistes, voltas a Portugal, fazes o Harrison, and then you know how it goes;

  2.  completas o 1° ano en França (condição necessária para poderes voltar para a especialidade se te der a louca), e vais ver outros prados,

  3.  completas o primeiro ano em França, e tiras um ano sabático para pensar na vida

  4.  mudas de especialidade. Até ao final do segundo ano de especialidade podes pedir um "droit au remord" - direito a remorso - riso!

Significa isto que, ficando na mesma cidade, podes pedir para mudar para outra especialidade mas tens de ter tido ranking para isso. Portanto se ficaste em 3400 podes passar por exemplo de Hematologia para MGF; se ficaste em 8000 é mais fácil passares de MGF para Saúde Publica por exemplo.

 


Posso voltar a Portugal como especialista?

Sim. Podes e deves.

Em 2017, e em virtude do artigo XPTO do processo de Bolonha há um reconhecimento directo da especialidade - tens sempre de ir à Ordem tratar de papelada claro. 

Pero, não sei como será o mundo dentro de 5 anos, portanto não prometo nada para essa altura. 

 

Há exame de saída de especialidade?

Não, mas tens de apresentar uma tese e mais uns berbicachos e um par de botas.